Conheça a ANASPRA

Postagem em destaque

Parceria Aspra Hapvida: descontos nos planos de saúde para associados Aspra Sergipe

Prezado Cliente, A parceria Divicom Hapvida , leva aos Associados da ASPRA, condições especiais com preços bem reduzidos para aquisi...

quarta-feira, 9 de abril de 2014

Em menos de 24 horas, Guardas Municipais são acusados de vários espancamentos

A Guarda Municipal de Aracaju, pode estar precisando de passar por uma profunda reciclagem. Acusados de espancamento e abuso de autoridade, guardas municipais de Aracaju foram acusados nesta segunda-feira (07), de espancarem três menores supostamente acusados de vandalismo conta um ônibus coletivo. Os pais dos jovens prestaram queixa na delegacia plantonista, fizeram exame de corpo e delito, mas a pratica parece ser uma constante na GMA.

No inicio da tarde desta terça-feira (08), um mecânico, conhecido do repórter do FAXAJU fez um verdadeiro desabafo ao comentar sobre mais uma ação truculenta e infeliz que teria sido praticada por mais um Guarda Municipal de Aracaju. Segundo o mecânico, “na noite desta segunda-feira, um guarda municipal, muito despreparado, agrediu com cacetete um mendigo que dorme no estacionamento do Hospital Nestor Piva. Esse cara foi tão covarde que ele chegou batendo e mandando que o homem saísse dali. O mendigo que foi e é muito mais homem que ele, o desafiou para deixar as armas de lado e trocar murro com ele. Sabe o que o bravo guarda municipal fez? Chamou seus colegas e amigos e ai a sessão de espancamento foi cruel”, contou o mecânico.

Só que para azar do “bravo GMA” uma mulher que reside em um prédio vizinho e que estava acordado no momento da “brava” ação do Guarda, teria telefonado para uma autoridade ligada à SMTT de Aracaju e relatado o fato. O mecânico conta que até o momento não sabe o que teria acontecido após. Ele relata que o fato causou revolta na senhora que notificou o fato.

Não se sabe como está sendo feito o treinamento desses homens, mas se comprovado os fatos registrados, o prefeito de Aracaju João Alves Filho (DEM), deve repensar nos fatos e se preciso, demitir os chefes para que as pessoas não precisem se proteger de bandidos e dos Guardas.

O mecânico que denunciou o fato não soube informar se o “perigoso” mendigo continuava vivo para contar a história dos fatos, mas em tom de desabafo ele bradou: “Eu sei quem ligou para essa autoridade da SMTT, até porque o marido dela também é uma autoridade. Alem disso, esse mendigo é conhecido da região e eu fui quem doou alguns papelões para ele e também cedi o local para ele guardar o papelão durante o dia. Agora a gente saber que tem esses covardes espancando esses pobres nos doí muito”, lamentou.
 
O nome autoridade foi informado pelo mecânico mas a redação vai aguardar um pronunciamento do comando da Guarda Municipal de Aracaju para citar o nome dessa autoridade, ligada á Secretaria Municipal de Defesa Social.
 
Fonte: Faxaju

Postagens populares