Conheça a ANASPRA

Postagem em destaque

Parceria Aspra Hapvida: descontos nos planos de saúde para associados Aspra Sergipe

Prezado Cliente, A parceria Divicom Hapvida , leva aos Associados da ASPRA, condições especiais com preços bem reduzidos para aquisi...

segunda-feira, 6 de abril de 2015

Pesquisadora diz que dados da segurança pública de Sergipe são imprecisos


Ao participar hoje (6) de seminário promovido pelo Ministério Público do Estado sobre segurança pública, o deputado estadual Capitão Samuel (PSL) revelou-se assustado com a informação passada pela palestrante Christini Jacquet, segundo a qual, os dados da Segurança Pública de Sergipe e de mais quatro ou cinco Estados, "não são confiáveis".

A tese foi levantada no seminário intitulado “O Ministério Público e o Combate à Criminalidade”, que contou com a participação de especialistas no assunto, visando apresentar os mais recentes números da criminalidade no Brasil. De acordo com Jacquet, que é da doutora em Sociologia e Ciências Sociais e pesquisadora do Fórum Nacional de Segurança Pública "Sergipe faz parte de um grupo de cinco Estados, cujos dados repassados pela Secretaria de Segurança Pública à Secretaria Nacional de Segurança Pública não são confiáveis, são imprecisos".

Assim, entende Samuel, "a insegurança que a população sente hoje pode ser ainda maior”. Presidente da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa, Samuel ressaltou que essa é uma situação que preocupa, ainda, mais o povo sergipano. “Se com os dados imprecisos, Sergipe ocupa a infeliz posição de quarto Estado mais violento do país, imagina se repassam a realidade da violência vivida pelo nosso povo! A informação da pesquisadora, que é autoridade no assunto, só reforça a postura da bancada de oposição em cobrar ações mais efetivas do Governo do Estado no combate à criminalidade", afirmou o deputado.

Na tribuna da Assembleia Legislativa, no início da tarde, Samuel parabenizou o Ministério Público pela iniciativa e lembrou que, desde que chegou ao Parlamento, tem cobrado a participação dos poderes constituídos no debate sobre o combate à violência em Sergipe. “Esse foi um momento da maior importância para os profissionais da segurança pública de Sergipe trocarem conhecimento com os renomados palestrantes, especialistas e doutores no assunto", destacou Samuel.

Para Samuel, o Ministério Público de Sergipe deu um passo importante ao se juntar a outros organismos sociais na defesa da sociedade e contra a violência. “A decisão do MP atende a um antigo desejo meu: ver todos os órgãos imbuídos do propósito de se juntar à luta contra a violência e criminalidade em Sergipe".

Fonte: Blog do Capitão Samuel

Postagens populares