Conheça a ANASPRA

Postagem em destaque

Parceria Aspra Hapvida: descontos nos planos de saúde para associados Aspra Sergipe

Prezado Cliente, A parceria Divicom Hapvida , leva aos Associados da ASPRA, condições especiais com preços bem reduzidos para aquisi...

segunda-feira, 28 de maio de 2012

Estado de saúde do tenente continua estável

Acusado também continua internado no Hospital de Urgência
Tenente e a esposa: latrocínio (Foto: Facebook)
O Hospital da Polícia Militar de Sergipe (HPM) divulgou novo boletim médico que indicam estabilidade do estado de saúde do 2º tenente Mateus da Hora Mendonça, subcomandante da 3ª Companhia do 1º Batalhão de Polícia Comunitária (3ª Cia/1º BPCom), baleado na madrugada do último sábado, 26, ao sair de um restaurante na rua Francisco Portugal.
De acordo com o boletim do HPM, o quadro de saúde do tenente permanece estável. Ele não apresenta infecções, está lúcido e foi detectada uma lesão muscular. Medicado, o oficial continuará internado no HPM – ainda sem previsão de alta - como forma de prevenção para possíveis infecções.
O oficial da PM foi atingido com arma de fogo em duas partes do corpo: o primeiro projétil atingiu o lado esquerdo da cintura escapular. Neste caso, o projétil está alojado no osso omoplata. O segundo projétil atingiu a parte superior da região da coxa, tendo transfixado. Assim, este segundo projétil não ficou alojado.
A escápula ou omoplata é um osso grande e chato, localizado na parte superior das costas, que, junto com a clavícula, forma a cintura escapular, responsável pela união de cada membro superior ao tronco.

Investigações

O crime contra o PM aconteceu na madrugada do sábado, 26. Neste episódio, foi assassinada a esposa do oficial, Damiana Corado Mendonça, 28, que faleceu no local do crime. As investigações estão sendo conduzidas pela equipe de agentes da 1ª Delegacia Metropolitana.

Nesta segunda-feira, 28, ocorreram especulações na Delegacia Plantonista de que o crime teria um vínculo passional, mas não há nada que indique esta linha investigativa no inquérito policial que tramita na 1ª DM. De acordo com informações dos agentes, o latrocínio é a linha de investigação predominante, sem qualquer conotação que leva ao entendimento de um crime passional.

Pelo menos duas pessoas agiram na prática deste crime, segundo os agentes da 1ª Delegacia Metropolitana. Um deles, Allan dos Santos, foi atingido por um tiro na boca, na reação do tenente ao suposto assalto. Ele está internado no centro cirúrgico e passa bem, segundo informações da Assessoria de Comunicação do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), onde ele permanece em observação médica, sem data definida para alta. Ele está custodiado e deverá ser ouvido na 1ª Delegacia Metropolitana assim que receber alta médica.

No momento do crime, equipes do Grupamento Especial Tático de Motos (Getam), do Batalhão de Choque, da Companhia de Radiopatrulha e Oficial de Operações da PM também prenderam um flanelinha suspeito de participar do assalto, mas ainda não se divulgar qual teria sido a participação deste flanelinha no crime.

Allan Santos, 28, que está internado no Huse, é natural de Itaporanga D’Ajuda e reside no bairro Siqueira Campos, em Aracaju. Segundo informações da Polícia Militar, o acusado é ex-presidiário e, com ele, a Radiopatrulha apreendeu um revólver calibre 38. Segundo a PM, o suspeito estava com a quantia de R$ 1.000, escondida no ânus.

Por Cássia Santana, com informações da PM
Fonte: Portal Infonet

Postagens populares