Conheça a ANASPRA

Postagem em destaque

Parceria Aspra Hapvida: descontos nos planos de saúde para associados Aspra Sergipe

Prezado Cliente, A parceria Divicom Hapvida , leva aos Associados da ASPRA, condições especiais com preços bem reduzidos para aquisi...

sábado, 23 de junho de 2012

Morte de PMs de folga cresce 41% no Estado de SP

A violência contra PMs de folga subiu 41% neste ano em São Paulo, de acordo com levantamento da Folha a partir de dados da Corregedoria da PM. 

Entre janeiro e abril de 2012, 20 policiais foram mortos de folga; outros quatro, em serviço, todos em acidentes de trânsito. 

No mesmo período de 2011, foram nove PMs de folga; outros oito, em serviço.

Os mortos por PMs subiram 5,9%, entre janeiro e abril de 2012. Foram 200 (1,6 ao dia). Em 2011, houve 189. São "resistências seguidas de mortes" e homicídios dolosos.
 
Retaliação

Em apenas sete dias, três policiais militares foram mortos a tiros na zona leste de São Paulo. Em todos os casos, as vítimas estavam fora do trabalho, não faziam "bico" como segurança e foram atacadas na frente de testemunhas.

De maneira sigilosa, a Corregedoria da Polícia Militar e o DHPP (departamento de homicídios), da Polícia Civil, investigam uma possível ligação entre os três casos.

Existe a suspeita de que as mortes dos três PMs tenham sido retaliação da facção criminosa PCC contra a operação da Rota (tropa de elite da PM) que matou seis homens no fim de maio, também na zona leste de São Paulo.

Fonte: Folha de São Paulo

Postagens populares