Conheça a ANASPRA

Postagem em destaque

Parceria Aspra Hapvida: descontos nos planos de saúde para associados Aspra Sergipe

Prezado Cliente, A parceria Divicom Hapvida , leva aos Associados da ASPRA, condições especiais com preços bem reduzidos para aquisi...

sábado, 23 de junho de 2012

“Sigma estaria sem presidente”, denuncia agente da guarda municipal

Entidade nega acusações

 O agente da Guarda Municipal de Aracaju Rogério Andrade procurou mais uma vez  F5 News, desta vez para denunciar as supostas irregularidades que estariam acontecendo com a presidência do Sindicato dos Guardas Municipais de Aracaju (Sigma) ao longo da atual gestão. Segundo Rogério, o presidente da entidade, Ney Lúcio dos Santos (foto), estaria afastado do cargo por questões eleitorais, e não teria comunicado nada aos filiados ao Sigma.

Rogério relata que Ney Lúcio é hoje o segundo vice-presidente da comissão executiva do Partido Popular Socialista (PPS) e, diante dessas pretensões políticas, o então presidente se afastou do Sigma sem dar qualquer satisfação aos agentes filiados e deixando o sindicato sem um representante legal, uma vez que estariam afastados dos cargos também o vice-presidente, o diretor de comunicação e conselheiros.

Na denúncia de Rogério consta ainda que uma agente da Guarda Municipal teria sido tratada com desdém por Ney Lúcio, após procurá-lo para que ele assinasse a desfiliação dela do Sigma. O presidente do sindicato teria dito que não era obrigado a assinar nada e orientado a agente a procurar uma delegacia para denunciá-lo.

Procurado pelo F5 News, o responsável pela assessoria de comunicação do Sigma, Jefferson Britto, caracterizou as denúncias de Rogério Andrade como inverídicas. Segundo Jefferson, o presidente do sindicato, Ney Lúcio dos Santos, estaria afastado das suas funções por problemas de saúde, situação a se encaixar nas normas da entidade. E que seu afastamento estaria protocolado no sindicato.

Quanto ao suposto tratamento de desprezo que a agente teria recebido de Ney Lúcio, o assessor afirmou que o presidente teria sido agredido pela agente com palavras de baixo calão. Diante disso, segundo ele, Ney Lúcio apenas escutou as agressões verbais e passou o caso ao diretor jurídico do sindicato.

Adriana Meneses

Fonte: Portal F5 News

Postagens populares