Conheça a ANASPRA

Postagem em destaque

Parceria Aspra Hapvida: descontos nos planos de saúde para associados Aspra Sergipe

Prezado Cliente, A parceria Divicom Hapvida , leva aos Associados da ASPRA, condições especiais com preços bem reduzidos para aquisi...

quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Pré-Caju: "Enquanto a PC vai ganhar R$ 280,00, GMA R$ 150,00, um Soldado PM receberá R$ 80,00"

Enquanto um PC irá receber R$ 280 por noite de trabalho no Pré-Caju, um SD PM receberá R$ 80, exatamente a metade do que irá ganhar um guarda municipal, R$ 160.

A diferença no valor das gratificações que serão pagas aos policiais civis, militares, bombeiros e guardas municipais, além dos seguranças privados, está gerando uma onda de reclamação, principalmente por parte de quem irá trabalhar.

O deputado estadual capitão Samuel Barreto (PSL), disse que não irá aceitar que o governador do estado trate os policiais e bombeiros militares com desdém. Samuel está defendendo que um soldado da PM e BM receba o mesmo valor que será pago a um policial civil que irá trabalhar no Pré-Caju.

Para Samuel Barreto, “esse governo discrimina os PMs e BMs. Ele não gosta de policiais e bombeiros militares. O governador está provocando a separação das policias. Ele precisa entender que o escudo quando se faz segurança, chama-se PM. É o soldado da policia militar que está à frente de tudo para defender o cidadão”, desabafa o deputado.

O deputado explica que os valores que serão pagos aos trabalhadores tem uma diferença muito grande. Samuel Barreto fez o levantamento e descobriu que um policial civil irá receber R$ 280 por noite, enquanto um segurança receberá R$ 150 e o guarda municipal R$ 160, “o nosso soldado irá receber a bagatela de R$ 80 reais. Isso não é justo. Eu não vou aceitar que esse governo trate o nosso soldado com tanto désdem”, reclamou Samuel.
 
Samuel diz ainda que esteve na manhã desta quinta-feira (09), reunido com o Secretario de Segurança Pública, João Eloy, onde foi pedir para que essa situação seja revertida. “Ainda da tempo. Foi aprovado uma emenda à lei que permite que a Grae seja paga nesse valor. Basta o governador querer. O que não pode é ele discriminar. Isso vem mostrar o quanto ele não gosta dos policiais e bombeiros militares”, afirmou Samuel.
 
Fonte: Faxaju

Postagens populares