Conheça a ANASPRA

Postagem em destaque

Parceria Aspra Hapvida: descontos nos planos de saúde para associados Aspra Sergipe

Prezado Cliente, A parceria Divicom Hapvida , leva aos Associados da ASPRA, condições especiais com preços bem reduzidos para aquisi...

sábado, 2 de junho de 2012

Moradores fazem manifestação da paz no Salgado Filho

Manifestação relembrou a tragédia que vitimou Damiana Corado
Pastor começa a manifestação fazendo uma prece pelas famílias (Foto: Portal Infonet)

 Pedindo por mais segurança, paz e atenção das autoridades competentes, moradores da rua Francisco Portugal, onde ocorreu a suposta tentativa de assalto contra o tenente Mateus Mendonça culminando com a morte de Damiana Corado, no bairro Salgado Filho, se reuniram, na noite desta sexta-feira 1º, para debater assuntos voltados à segurança da localidade.

Nadja Santos Melo, uma das manifestantes, conta que os moradores da região estão em pânico, porque a violência na região está muito grande, são muitos assaltos e a rua tem pouca iluminação. “Estamos aqui para debater a insegurança que está no nosso bairro, a violência tem aumentado muito por aqui devido a todos esses carros que estacionam quando as pessoas estão utilizando os bares, vivemos assustados com os flanelinhas que cuidam dos carros”, diz.
"Queremos mais segurança na nossa rua", diz Nadja Santos
Nadja conta que os vizinhos já falaram com a polícia e que a mesma prometeu que rondas serão feitas na região. “Eles [os policiais] gostaram de saber sobre a manifestação e pediram pra gente orientar a todo mundo que prestem os boletins de ocorrência para que eles possam pedir providências. Aqui sempre aconteciam pequenos assaltos, mas foi preciso acontecer uma tragédia para que fosse visto o que estava acontecendo de verdade”, diz.

Para participar da manifestação, foi convidado o pastor Zoar Assuero, que fez orações para a família dos presentes e também para família do casal. “Estamos aqui para pedir paz, para clamar a Deus que traga mais segurança para essas ruas e também que sensibilize o poder público para que eles façam algo por nós. Estamos também pedindo conforto e proteção para a família da moça que foi morta aqui na rua e do rapaz que ainda se recupera”, disse.
Fonte: Portal Infonet

Postagens populares