Conheça a ANASPRA

Postagem em destaque

Parceria Aspra Hapvida: descontos nos planos de saúde para associados Aspra Sergipe

Prezado Cliente, A parceria Divicom Hapvida , leva aos Associados da ASPRA, condições especiais com preços bem reduzidos para aquisi...

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Dilma anistia policiais que participaram de manifestação no Ceará

A presidente Dilma Rousseff anistiou esta semana os policiais que participaram da manifestação Sábado Vermelho, ocorrida em 17 de dezembro de 2011. Diante do ato, o processo movido pelo Estado contra os policiais foi arquivado.

A manifestação foi durante a visita do governador Cid Gomes às obras do metrô da Linha Sul. Houve um princípio de confronto entre policiais, seguranças do governador e PMs da Casa Militar.

Os manifestantes acusaram a Casa Militar de agressão a esposas de policiais. Já a Casa Militar acusou os manifestantes de colocarem em risco a segurança de Cid Gomes.


Relembre o caso


O governador Cid Gomes (PSB) virou alvo de protestos, nesta manhã de sábado, 17, quando iniciou giro de visita ao Projeto Metrofor, na Estação São Benedito (Centro), ao lado de deputados estaduais. Um grupo de policiais militares, bombeiros e familiares chegou a cercar o carro do governador em clima de cobranças. Até garrafas pet foram jogadas contra o carro de Cid.

Houve momentos de tensão e o governador tentou conversar com lideranças – entre elas o deputado Capitão Wagner, mas não houve condições. Cid acabou deixando o local dirigindo seu próprio carro, em meio a vaias, empurrões e palavras de ordem.

Com o governador estavam parlamentares como o presidente da Assembleia Roberto Cláudio, assessores e alguns secretários e o presidente do Metrofor, Rômulo Fortes.

Cid decidiu dar continuidade à agenda de visita ao Projeto Metrofor com os parlamentares. Mas ele não escondeu a surpresa com o ato.

Os cerca de três mil policiais militares e bombeiros – informaram organizadores do ato, faziam caminhada pelas ruas do Centro cobrando melhores condições de salário e trabalho.

Fonte: HJ Notícias/Blog Direitos dos Policiais Militares

Postagens populares