Conheça a ANASPRA

Postagem em destaque

Parceria Aspra Hapvida: descontos nos planos de saúde para associados Aspra Sergipe

Prezado Cliente, A parceria Divicom Hapvida , leva aos Associados da ASPRA, condições especiais com preços bem reduzidos para aquisi...

terça-feira, 7 de janeiro de 2014

Bahia: Aspra quer saber motivo de prisão da PM


A Aspra acompanha e pede esclarecimentos à respeito da prisão do soldado Weldon, encaminhado ao Batalhão de Choque, na manhã desta segunda-feira, depois de gravação de matéria jornalística veiculada em um meio de comunicação da fachada do posto policial do bairro da Barra, onde estava lotado, mesmo sem sua permissão de Weldon.

Conforme denúncia de familiares, o PM, que NÃO responde a Processos Administrativos Disciplinares (PADs) ainda está custodiado no Batalhão de Choque, em Lauro de Freitas.

Ainda segundo denúncia de parentes do PM, o comandante do soldado Weldon alegou que a prisão seria em decorrência de uma falta ao trabalho durante as eleições deste ano, no entanto, o PM justificou e cumpriu uma escala extra, pagando a falta ainda na semana seguinte ao domingo das eleições.

“Não temos dúvidas de que isso foi retaliação em decorrência da matéria veiculado por uma TV. O pior é que ele não fora consultado sobre o pedido de autorização de gravação. A Tv chegou gravando”,


Reclamou um familiar que prefere não se identificar. Ainda conforme informações, o policial militar já foi informado que, ao deixar o Batalhão de Choque, será transferido de posto. O coordenador-geral da Aspra, soldado Prisco, já pediu esclarecimento ao comando da PM quanto o motivo da prisão e vai acompanhar o caso.

“Não vamos permitir arbitrariedades. Por isso defendemos a desmilitarização militar para que arbitrariedades não ocorram em todo território nacional”.


Fonte: Site Oficial da Aspra Bahia

Postagens populares