Conheça a ANASPRA

Postagem em destaque

Parceria Aspra Hapvida: descontos nos planos de saúde para associados Aspra Sergipe

Prezado Cliente, A parceria Divicom Hapvida , leva aos Associados da ASPRA, condições especiais com preços bem reduzidos para aquisi...

sábado, 12 de abril de 2014

A 50 metros do hospital, homem espera ambulância por mais de 2h

Depois do acidente, ele aguardou com uma fratura exposta deitado na pista. Demora provocou revolta em populares que o ajudaram a suportar o forte calor. 


Um acidente no final da manhã desta quinta-feira (10) na sede do município de Lagarto deixou um motociclista gravemente ferido. Duas horas depois, já à tarde, ele ainda esperava o socorro via Serviço de Atendimento Móvel de Urgencia (SAMU), que está com efetivo reduzido por conta da greve. Mesmo estando a 50 metros do Hospital Regional de Lagarto (HRL), a vítima sofreu com uma longa demora, o que revoltou populares que o ajudavam.

O acidente aconteceu no cruzamento da Rodovia Papa João Paulo 2º com a Avenida Brasília e envolveu dois veículos. Uma motocicleta colidiu de frente com um Volkswagen Gol. O condutor do carro não sofreu ferimentos, mas um motociclista de prenome Marcos, residente no povoado Sapé, em Itaporanga, teve uma fratura exposta na perna.

Marcos ficou estirado no chão aguardando atendimento e resgate para ser encaminhado ao HRL, que fica na mesma avenida, ao lado do local do acidente. Não havia viaturas médicas no hospital nem profissionais suficientes no Destacamento do Corpo de Bombeiros em Lagarto para realizar o socorro. Enquanto isso, a vítima aguardava atendimento com ajuda de populares, que o protegiam do forte calor utilizando o ventilador.

O condutor do Gol, conhecido por Mangabinha, permaneceu no local. Ele informou que recebeu uma fechada de outro veículo, o que acabou provocando o acidente. Agentes da Guarda Municipal de Lagarto (GML) e do Departamento de Trânsito e Transportes Urbanos (DTTU) estiveram na localidade.

Após longa demora, duas ambulâncias do Corpo de Bombeiros de Itabaiana chegaram. Em seguida mais uma viatura dos bombeiros e duas do SAMU, que, segundo profissionais do serviço, não teve o envio liberado antes pela central em Aracaju, mesmo tendo dois veículos na unidade em Lagarto. Enfim, Marcos foi encaminhado ao HRL, onde recebeu atendimento médico adequado.

Fonte: Atalaia Notícias/A8

Postagens populares