Conheça a ANASPRA

Postagem em destaque

Parceria Aspra Hapvida: descontos nos planos de saúde para associados Aspra Sergipe

Prezado Cliente, A parceria Divicom Hapvida , leva aos Associados da ASPRA, condições especiais com preços bem reduzidos para aquisi...

quinta-feira, 1 de setembro de 2016

Soldado Isaías: "Indisciplina e Aquartelamento já são realidades na PMSE"

Soldado Isaías. Arquivo Aspra

Após a fala do Comandante Geral hoje, deu-me vontade de falar sobre os tópicos citados pelo então Comandante: Indisciplina e Aquartelamento. As tropas da PMSE e do CBMSE já sofrem com a *Indisciplina* do Sr governador do estado frente aos descumprimentos das legislações que abrangem as categorias militares: por que deixar de pagar os 3 uniformes por ano aos PMs, não repassar os índices inflacionários aos salários dos servidores militares há 4 períodos anuais (mais de 30% de perda do poder de compra), não reajustar os valores do ticket alimentação, contrariar a lei não regulando a carga horária, descumprir o Programa de Governo estabelecido junto ao TSE durante a campanha eleitoral de 2014 onde previa a continuidade do ajustamento salarial das classes militares, dentre outras aberrações legais, enquadram o governo do estado numa situação de Indisciplina, frente às suas obrigações legais. 

Aquartelamento

Hoje já existe sim, mesmo que de forma legal (a exemplo de um PM que em Propriá apreendeu um carro irregular da Prefeitura e o Comando colocou o praça no serviço interno, aquartelou o cabra) o aquartelamento só não existe de fato e de direito por que os cabos e soldados ainda dão colher de chá para esse governo que nos chama de mercenários. Se todos os policiais militares devolvessem hoje todas as munições que já estão vencidas há mais de 6 meses, se todos os cabos e soldados não costurasse os fundilhos de suas calças velhas e surradas, teríamos já amanhã um aquartelamento em massa, com proporções inimagináveis, e com total previsibilidade legal.

Mercenários

Não são esses homens e mulheres que são o sustentáculo da SSP, que alimentam a democracia, que levam nas costas o resto da segurança pública, que ainda não virou caos justamente por que muitos ainda se importam, mesmo que não valha mais a pena se importar. Infeliz termo usado pelo SSP em tempos de busca da serenidade e resolução dos conflitos criados pelo governo de Sergipe.


"Somos bravos soldados de Sergipe, mas sem riso altaneiro, com dívidas sobre nossos lombos, a fronte está baixa, PTS e Reposição Inflacionária são os nossos ideais". Continuemos a obedecer todas as ordens de nosso Comandante Geral, dentro das possibilidades legais que nossa profissão exige.


Por Isaías Silva - humilde cidadão sergipano.

Autorizada a reprodução, com citação da origem.
Whatsapp: 079998919001

Postagens populares