Conheça a ANASPRA

Postagem em destaque

Parceria Aspra Hapvida: descontos nos planos de saúde para associados Aspra Sergipe

Prezado Cliente, A parceria Divicom Hapvida , leva aos Associados da ASPRA, condições especiais com preços bem reduzidos para aquisi...

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

A violência tem explicação, escreve Sargento da PM

Sargento Edgard. Arquivo Aspra

A violência atinge o Brasil inteiro, Sergipe não seria diferente, o lamentável é esse patamar em que chegamos. São vários os fatores que contribuem para o aumento da violência em todo país, o estado brasileiro não chega com ações sociais nas camadas mais pobres da sociedade.

A parte que cabe aos agentes de segurança pública, mais precisamente os gestores, falta principalmente, encarar com seriedade a situação e assumir que o sistema de segurança pública brasileiro está falido. Anualmente acontece reuniões de Comandantes Gerais das Polícias Militares do Brasil, e reuniões de secretários de Segurança Pública de todo país, mas falta a esses gestores o compromisso com o povo brasileiro.

Explico, falta a esses cidadãos, informar aos parlamentares federais que fazem a leis, que é preciso mudar o sistema de segurança pública, é preciso dizer que já não cabe mais duas polícias estaduais, que precisamos do ciclo completo de polícia, que não adianta ter policiais metendo o peito na frente das armas dos bandidos, refiro-me aos policiais militares (quase 500, já foram mortos esse ano, 2016), e a outra polícia, no caso a Polícia Civil, servir quase sempre de intermediária entre a PM e a justiça (graças a Deus, não morreram nem 50 policiais civis, esse ano, 2016), as duas polícias tem que estar nas ruas, fazendo policiamento, investigação e inquéritos, juntas, na verdade apenas uma polícia.

Não fazem isso por vaidade de ambos os lados, quem é Delegado, quer ser juiz e quem é Coronel, quer ter poder de mandar ao bel prazer em seus subordinados sem serem questionados.

E no meio dessa guerra de vaidades, o povo vai morrendo nas mãos dos marginais que se aproveitam desse Narcisismo Institucional, para agirem quase impunemente, é só verificar o percentual de crimes solucionados no Brasil, e comparar com outros países que atuam com o ciclo completo de polícia.

Sargento Edgard (Cidadão Brasileiro)

Postagens populares