Conheça a ANASPRA

Postagem em destaque

Parceria Aspra Hapvida: descontos nos planos de saúde para associados Aspra Sergipe

Prezado Cliente, A parceria Divicom Hapvida , leva aos Associados da ASPRA, condições especiais com preços bem reduzidos para aquisi...

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Agentes socioeducativos anunciam intenção de greve

Após reunião na Fundação Renascer, agentes votam paralisação
 
A presidente da Fundação Renascer, Antônia Menezes, reuniu-se na tarde desta terça-feira, 28, com os agentes de medidas socioeducativas de Sergipe. Na ocasião foi discutida a pauta de reivindicações dos agentes, que solicitam reajuste salarial e melhoria das condições de trabalho da categoria. A reunião ocorreu na sede da fundação, localizada no conjunto Médici, zona sul de Aracaju.
 
Segundo o vice-presidente do Sindicato dos Agentes Socioeducativos (Sindasse), Sidney Guarany, “há mais de um mês tivemos uma reunião para discutir nossas pautas, e até agora nada foi atendido. A resposta que tivemos é que devemos aguardar para ver se podem incluir nossas reivindicações junto ao governo”, diz Sidney.
 
Ainda de acordo com o vice-presidente, a categoria realizará uma assembleia na sede da Central Única dos Trabalhadores (CUT), às 19h da próxima quarta-feira, 29. “Iremos deliberar sobre a possibilidade de paralisação total das atividades a partir do próximo mês. É inadmissível que não consigamos um reajuste que é previsto pela lei”, afirma o sindicalista.
 
A reunião desta terça-feira deu continuidade às discussões abordadas no dia 05 de julho. As reivindicações dos agentes do Sindasse incluem debates sobre a legalidade do trabalho da categoria, problemas salariais e estrutura das unidades socioeducativas.
 
Fundação Renascer
 
De acordo com a assessoria de comunicação da Fundação Renascer, não há novidades com relação à reunião. “O que houve hoje foi uma conversa para mostrar ao sindicato que não há o que fazer. A fundação não negocia salário, ela depende do governo para fazer isso. E o governo está atualmente está sob limite prudencial, portanto não há como atender as pautas no momento”, diz a assessoria.
 
Fonte: Portal Infonet

Postagens populares