Conheça a ANASPRA

Postagem em destaque

Parceria Aspra Hapvida: descontos nos planos de saúde para associados Aspra Sergipe

Prezado Cliente, A parceria Divicom Hapvida , leva aos Associados da ASPRA, condições especiais com preços bem reduzidos para aquisi...

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Agentes socioeducativos decidem paralisar atividades

Agentes deverão iniciar a greve na próxima terça-feira, 18

Sidney Guarany, presidente do Sindasse. Foto Portal Infonet
 
O Sindicato dos Agentes de Segurança e de Medidas Socioeducativas (Sindasse) decidiu em assembleia realizada na tarde desta quinta-feira 13, pela paralisação total da categoria. A medida foi aprovada por uninimidade e os agentes deverão iniciar a greve na próxima terça-feira, 18. Segundo o vice-presidente do sindicato, Sidney Guarany, os agentes reduzirão suas atividades a apenas 50% do efetivo nos plantões.
 
Segundo Sidney, os agentes receberam nesta quarta pela manhã um ofício da Secretaria de Estado da Inclusão, Assistência e Desenvolvimento Social (Seides) solicitando uma reunião junto ao sindicato. “Nós dissemos que não seria possível, pois estaríamos em asssembleia. Eles tentaram a comunicação só por que souberam que estaríamos reunidos”, diz Sidney. Durante o momento da assembleia, a Fundação Renascer enviou aos agentes uma convocação para uma reunião marcada para a próxima sexta-feira, 14. “Eles deveriam ter enviado esse documento há dois anos, e só agora tentam falar com a gente”, afirma.
 
O vice-presidente do Sindasse criticou o pagamento de gratificações irregulares por parte da Fundação Renascer. “Só devem receber essas gratificações quem trabalha nas unidades de medidas socioeducativas. Só a presidência e a diretoria administrativa, que não cumprem esta condição, já receberam juntas 300 mil reais de gratificações irregulares esse ano”, afirma Sidney Guarany. Segundo palavras do vice-presidente, as gratificações irregulares “engordam o salário de gente oportunista à custa dos agentes trabalhadores”.
 
De acordo com Sidney, os movimento grevista programa ações durante o período de paralisação. “Faremos atos e mobilizações na Seides e na Assembleia Legislativa a partir da próxima semana”, afirma.
 
Agentes mobilizados. Foto Portal Infonet

Histórico
 
O Sindasse reuniu-se à presidente da Fundação Renascer, Antônia Menezes, para apresentar sua pauta reivindicatória no dia 04 de julho. O documento inclui solicitações de reajuste salarial e melhoria das condições de trabalho da categoria. “A Fundação Renascer protelou a análise do nosso pedido até 28 de agosto, quando tivemos uma nova assembleia. Eles simplesmente não alegaram nada, e não apresentaram proposta alguma”, diz Sidney.
 
Fundação Renascer
 
Em nota ao Portal Infonet, a assessoria de comunicação da Fundação Renascer forneceu a seguinte declaração: "A Fundação Renascer e a Secretaria de Inclusão Assistência e Desenvolvimento Social (Seides) esclarecem que têm dialogado permanentemente com os agentes de segurança em medida socioeducativa na análise da pauta de reivindicações. Mesmo com o governo do estado atingindo o limite prudencial e por conta disso nenhuma categoria obteve reajuste diferenciado, a Fundação Renascer tem buscado alternativas para atender as solicitações. Exemplo disso é que está agendado para às 10 horas desta sexta-feira, dia 14, mais uma reunião com representantes do sindicato que vai acontecer na sede da Seides."
 
Fonte: Portal Infonet

Postagens populares