Conheça a ANASPRA

Postagem em destaque

Parceria Aspra Hapvida: descontos nos planos de saúde para associados Aspra Sergipe

Prezado Cliente, A parceria Divicom Hapvida , leva aos Associados da ASPRA, condições especiais com preços bem reduzidos para aquisi...

terça-feira, 9 de junho de 2015

Capitão Ildomário e tenente Lucas são ouvidos na Justiça Militar

Tenente Lucas Neves e Capitão Ildomário

Na manhã desta terça-feira (09), o Capitão Ildomário Gomes e o Tenente Lucas Neves compareceram a mais uma audiência perante a Justiça Militar, acusados de serem os supostos autores do blog do Capitão Mano, respondendo a diversas acusações, dentre elas, publicação indevida, difamação e desrespeito a superior.

Desta feita, foram ouvidas as testemunhas de defesa, quais sejam, Sargento Alexinaldo Borges, Major Adriano Reis, Capitão Denisson, Sargento Jorge Vieira, além do paisano Alfredo Júnior, que foram unânimes em afirmar que não tinham conhecimento de quem era o autor ou autores do blog do Capitão Mano, bem como, de que se ouvia falar de que diversas outras pessoas poderiam os criadores do citado blog.

Durante as oitivas o Dr. Márlio Damasceno, advogado da AMESE que patrocinava a defesa do Capitão Ildomário, fez questão de perguntar às testemunhas acerca dos computadores apreendidos, se os mesmos foram devidamente lacrados, tendo aquelas afirmado também que não houve a devida lacração dos computadores, como deve ocorrer em casos de busca e apreensão.

A audiência terá sua continuidade no dia 23 do corrente mês e ano, visto que faltam testemunhas para serem ouvidas, como o caso do deputado estadual Capitão Samuel e o deputado federal Subtenente Gonzaga, o qual será ouvido através de precatória em Brasília.

Um fato que foi lamentado, é que o atual Secretário de Segurança Pública Mendonça Prado, foi arrolado como testemunha de defesa, porém, lamentavelmente, por diversas vezes a justiça tentou intimá-lo para dizer dia e hora para depor, chegando inclusive a ligar para o telefone do referido Secretário, mas o mesmo não recebeu a intimação, nem atendeu as ligações, fato que foi relatado na audiência realizada, necessitando a defesa ter que substituir esta testemunha.

Fonte: Espaço Militar

Postagens populares